Empresário criou empresa exclusivamente para comprar tríplex por R$ 2,2 milhõesTempo de leitura: 1 min.

0
1059

O empresário Fernando Costa Gontijo, que disse trabalhar no setor imobiliário em Brasília e outras cidades, criou uma empresa especificamente para comprar o imóvel do Guarujá, cujo processo condenou o ex-presidente Lula.

A companhia foi registrada no dia 29 de março, segundo a Junta Comercial do Distrito Federal, 13 dias após o início do leilão. Ele deu seu lance a cinco minutos do fim do leilão e arrematou o imóvel por R$ 2,2 milhões.

O valor da compra será revertido para a Petrobras como forma de ressarcimento aos prejuízos causados pelo esquema desvendado na Lava Jato. Segundo reportagem do jornal O Globo, a princípio, Gontijo afirma não ter nenhum plano específico para o imóvel e que irá esperar tomar posse da propriedade antes de pensar o que poderá fazer com ela.

O comprador avalia que o valor que irá pagar é justo. Questionado se a importância histórica do imóvel também pesou na hora da compra, Gontijo admitiu que o valor poderá subir em razão do simbolismo do tríplex.